Antonival Zirr

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

A hora da partida & meus influxos

LUTO A UM ESTRANHO E A UM AMIGO.
Não tenho nenhuma religião, pois me libertei das crenças, aos 10 anos quando senti que tinha um espírito, e vi que não preciso de Papa, padre, pastor ou o que for. Descobri que meu contato direto com Deus é através de minha consciência que aciona meu espírito que me dar o contato com Deus. Se converso com Deus, vou agora conversar com um parente que faleceu ontem dia 23-01-2009.
Eu triste poker Meu estimado amigo, nesse momento de reflexão, estou recebendo as suas energias, que por aqui ficaram nesse seu momento de partida. Conversei com Deus e disse, no silêncio do meu vazio, obrigado Deus pela oportunidade que me foi dado a essa pessoa parente e amigo. Eu multiplico meu tempo, os segundos em horas, quando sinto o afeto recebido pela doçura das pessoas. Sua hora chegou e não foi por acaso. Afinal foi no tempo deixado por Deus.
Quando chegar o momento de minha partida, irei deixar todas minhas energias para quem me ama. Sou diferente, meu amor, e minha bondade é sim, dado a todos, mais a todos que são merecedores desse amor e desse bem. Com isso eu concluo que sim, devemos fazer o bem e olhar a quem, e é assim que Deus faz na atuação de suas leis. Adeus meu amigo, meu parente, tão querido... Quando em minha mente a imagem recebida de teu afeto e carinho. Pelo bem que fizeste no silêncio do meu vazio... Aqui jaz um parente e amigo, Raphael...
Recebi o influxo de suas energias, deixada nesse momento da partida, e agradeci a Deus pelo seu pequeno sorriso e carinho que recebi em fragmento de tempo que multipliquei em tempo eterno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para que eu possa ter um controle e melhorar o blog. Registre sua visita. Obrigado Zirr