quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A verdade nua e crua (The Ugly Truth)

The Ugly Truth (A verdade feia)

verdadenuaecrua

A verdade nua e crua (The Ugly Truth), como é difícil conseguir uma boa tradução de um idioma. Se formos utilizar a simplicidade, trocando apenas as palavras ou frase está resolvido? Penso que não, já que cada país tem sua cultura que o caracteriza; seja pelo conhecimento que possuem; heranças, conceitos e pré-conceitos herdados pelos povos.

A verdade nua e crua; fica mais apropriado tanto para os bastidores cinematográficos, como para a publicidade do filme. Para ver o vídeo, clique em qualquer imagem do filme, que irá direcionar para o vídeo no youtube.

verdadenuaecrua_9 

Mas o que é a verdade? Se a verdade é algo bom, por que as pessoas não as cultivam? O que impede a conquista desse valor? A pior verdade é aquela que queremos impor a alguém, sem a mesma está preparada para recebê-la, essa é a pior das verdades.

Os povos do mundo, os de hoje e os do inicio na civilização humana, que preferem viver na hipocrisia, medo de revelar seu temor, dando desculpa, “se todo mundo faz assim, é certo que eu também o faça?”.

verdadenuaecrua_6Estou me referindo nessa ultima linha; aos povos e culturas, onde, muitos preferem deixar de pensar, para que os outros o façam para si, e deixam passar; nas próprias dificuldades uma oportunidade de superação.

Ao invés de utilizar as suas faculdades mentais, (1) faculdade de observar, faculdade de sentir, de realizar e a mais nobre das faculdades que está adormecida, a faculdade de pensar, mas preferem deixar essa resposta nas mãos de terceiros, como se fossem eles donas de suas vidas. Assim também o faz no mais nobre conhecimento relacionado a criação e seu criador “DEUS”.

verdadenuaecrua_8 

Escolhi esse tema para esse artigo de outubro, pois durante muitos anos de minha vida, fazia algo que via como sendo uma verdade e um dia minha consciência resolveu atender as minhas inquietudes espirituais.

Sim, dizer não quando temos que dizer não, mentir com doçura, ou se preferir dizer uma meia verdade para não machucar o semelhante, seria melhor deixar o silêncio consertar o erro? Ou ao invés de levar a verdade nua e crua, tentar levar uma imagem de uma experiência própria, para que sirva de exemplo que possa ajudar o semelhante a pensar por si mesmo.

Quem somos nós para poder apontar o dedo para o semelhante? Se Deus faz isso discretamente através de suas leis universais! Como me falta conhecimento para poder levar a humanidade a verdade com doçura com sensibilidade, já que os povos preferem crer ao invés de pensar. Crer é fácil, pensar é difícil, pois essa ultima há a necessidade de utilizar o esforço.

verdadenuaecrua_3 

Certa vez, numa reunião de amigos intelectuais, estávamos num intercâmbio e o nosso tema central era sobre a verdade o que é a verdade?

Recordo-me que em sorriso no rosto, de tão difícil esse tema, alguém pronunciou uma experiência, se referindo que tinha relatado a um perguntador sobre o que era a verdade, onde lhe respondeu: “Existem três verdades no mundo; a minha, a sua e a verdadeira”. Nessa reunião tive muitas reflexões, e a tenho até hoje, sobre esse tema a verdade.

hsm

Clique na imagem, vai direto para o site do livro

Fiz uma referência do livro que estava estudando e o estudo até hoje: Herança de Si Mesmo de González Pecotche. Aqui faço uma pequena observação desse livro, é o livro mais curto que Pecotche publicou em suas obras, têm apenas 32 páginas, uma vez um estudante de logosofia me disse que esse autor, quando escrevia um livro, não escrevia um e sim uns 5 livros de uma só vez. Hoje também sendo estudante de logosofia, pude não só comprovar essa verdade, mais não só eram 5 livros, tinha as conferências, classes e palestras.

Você quer saber qual era essa referência do livro? Se você é um leitor que busca a verdade, penso que sim? Estava pensando em indicar esse livro para você, ao invés de deixar registrado aqui a dita referência! Mas a verdade nua e crua, não será para você nesse artigo.

A verdade nua e crua é; irei ler todo o livro novamente para encontrar essa referência e deixar aqui para você. Como utilizo os ensinamentos desse autor em prol da minha superação, afinal esse é o objetivo e está escrito nos estatutos da instituição, Logosofia em Prol da Superação Humana. Com isso vamos mudar de conceito essa palavra; a verdade nua e crua, a verdade quando é utilizada com o conhecimento que a cerca é se aproxima do criador.

coracao Não haverá bem maior e mais nobre do que se afastar do erro, da mentira, conhecendo sim a verdade; a verdade levada com afeto, com doçura, deixa de ser nua e crua e liberta a mente do homem, para o mais nobre que existem em nós seres humanos, a liberdade de pensar.

Assim sendo, foi muito bom em poder ler novamente esse livro de apenas 32 páginas. Quem diria, no dia que fui comprar o livro mais fino, descobri que é o livro mais difícil de levar a meu entendimento, o conhecimento que tem nesse livro, está muito além das coisas comuns da vida e desvenda muitos mistérios da nossa herança.

Livro Herança de Si Mesmo – González Pecotche, algo sobre a verdade.

HSM2 “Da verdade surgem só afirmações; jamais hipóteses” – sobre-capa do livro.

“Para poder conhecer uma verdade, é necessário aproximar-se dela progressiva e continuadamente, com humildade, empenho e tato”. Página 19 - §2º.

“Há uma verdade de todos conhecida: é a que institui o homem como herdeiro direto da criação. Porém, faltaria ainda conhecer que essa herança está sujeita a leis inexoráveis, que não permitem à criatura humana herdar absolutamente nada enquanto não se faça digna desse presente universal. A lição não pode ser mais sábia e prudente: Não ponhais ao alcance das mãos de uma criança os comandos da usina que distribui a luz, porque vos deixará às escuras. Não aviveis repentinamente a chama do saber na mente incipiente, sem antes recomendar ao beneficiário que retire dela todo pensamento inflamável, pois se correrá o perigo de provocar um incêndio mental. Página 14 - §1º.

A verdade nua e crua,  o que difere esse filme do conselheiro romântico a lá Will Smith do personagem Brutus interpretado por Gerard Butler?

“A diferença é que dessa vez o conselheiro não é romântico como o interpretado por Will Smith, por isso há um número considerável de palavrões no roteiro. Como os conselhos são dirigidos para a mulher, o enfoque também teve de ser adaptado. O desafio feminino não é fazer um homem se deitar em sua cama, mas conseguir fazer com que ele acorde e faça café da manhã.”

capuccino2_v-gallery 

He, he eu adoro fazer café para namorada, não sou tão Brutus assim em “risos”. Dê a César o que é de César Brutus. Nossa! Brutus por que tu matasses César. – O matasses aqui, vai no subjuntivo do pretérito imperfeito, por que não usei mataste?

Por que matar não é nada de perfeito, com licença a Houaiss, mesmo que seja para o tirano César, Brutus matou o seu pai? Não sei se César era pai de Brutus, mas foi essa suas ultimas palavras, por que fez isso comigo meu filho? Vamos deixar Júlio César para os escritos de William Shakespeare.

Não venho aqui fazer uma crítica do filme, como dizem por ai, critico disso é que não sabe fazer isso, crítico daquilo é que não sabe fazer aquilo. Não sei se é verdade essa questão de críticos, mas precisamos de algumas observações e informações antes de comprar o produto.

A Verdade Nua e Crua 8O Brutus, do filme interpretado pelo Ator Gerard Butler, Escocês, ex- cachaceiro, não vamos chamar o homem de ex- alcoólatra “risos”. “Até tu Brutus?

Afinal ele é um advogado, não quero falar mal dos advogados, todos sabem quem bebe, mas não vêem os nossos tombos.

 Muito mais pela bela companhia advogada, nas poltronas unificadas, no escurinho do cinema, um cheiro de perfume no ar de óculos com olhar sério e intelectual no meio das risadas do publico, a moça também ri uauuuu!. Mas o homem ainda tem cara de pinga “risos”, O Spartacus 300 rei Leônidas, ou Atila o Uno, vem salvar a donzela que tem o complexo de cinderela e ainda sonha encontrar um homem perfeito. Ninguém disse a ela, que o único perfeito dessa existência, é invisível e se chama Deus! Isso não é pedir muito para um simples mortal? O curioso aqui é; o ator, a atriz é o dono desse blog nasceram no mês de novembro, viva os escorpiões que sobrevivem a toda dificuldade natural, longe de mim ferrão, cuidado com a fêmea que ela te come, após uma noite de amor.

Vamos para parte mais bonita do filme, bonita por fora, mas com alguns defeitos em seu mundo interno, como a todos nós mortais, que só vê os defeitos alheios, perfume de arrogâncias, mas um sinal de bondade, a moça quer aprender a ser melhor a cada dia. Se fosse passar por uma observação logosófica, esse pensamento que a caracteriza, dando a ela um pseudônimo, se chamaria complexo de cinderela. Ver livro Deficiências e Propensões do  Ser Humanos, está por ai em outro artigo do blog.

heigl-420x538 katherine_heigl_razor_magazine_shoot

Observação: O reflexo fica muito melhor que o todo loiro, por que algumas insistem tanto em amarelar todo o cabelo cabelo em? Prefiro o reflexo, por isso não coloquei a original aqui.

A atriz, Katherine Marie Heigl, a cinderela do filme, me fez recordar do seriado Roswell, com seu papel de Isabel Evans, menina misteriosas com seus poderes de movimentar os objetos, se saindo como a mais espertas dos três extraterrestres, que não era tão terrestre assim.

Como disse no inicio do artigo, não vim fazer crítica do filme, mas deixo registrado aqui a parte invisível do filme, os seja os pensamentos. O que observei no filme nada mais do além, mas existe sim, algo que está muito além dos conhecimentos comuns dos seres humanos, são esses os tabus da psicologia humana, as pessoas, onde me incluo também, vivemos muito para fora, esquecemos de conhecer nossa própria realidade interna. Esse é o conhecimento que vem mostra Pecotche, está na hora de vivermos também para dentro, conhecer a si mesmo e para isso realizar o processo de evolução consciente.

Aprendemos e fomos educados na infância, a conhecer e realizar nossas atividades profissionais nascemos nessa criação sem manual, sobre tudo o que está invisível em nosso mundo interno. Por que temos temor, por que temos medo disso e daquilo, por que ficamos felizes e em outros momentos vem a tristeza? Que pensamentos são esses que se manifestam em nossa mente? Essas e muitas outras respostas eu comecei a encontrar no ambiente logosófico, explorando meu próprio mundo interno, fazendo um estudo de si mesmo, no individual, como se diz, “aprendendo a caminhar não mais com os pés e sim com a mente”.

verdadenuaecrua_1

Como chamar isso de saco de pipoca?  Isso é um balde!

Foi como disse: A verdade não é tão crua e nua assim, dê uma oportunidade a você mesmo, comece a pensar sobre qual seu verdadeiro propósito de vida, como sempre digo e repito nos meus artigos. Não estamos aqui simplesmente para comer, dormir e ser feliz. Quanto muito, os que conquistam essa tão grande e nobre virtude ser feliz. Já pensou que os quatros patas já os são? O que atrapalha não sermos também, com esse poderoso mecanismo mental que possuímos e não o fazemos?

Por isso a grande importância de aprendermos a pensar e para isso é o propósito de usar esse mecanismo que possuímos, deixar de crer para aprender a pensar, anotar, fazer e realizar.

 


1 Faculdades mentais é um conceito da ciência Logosófica, sobre a mente, onde ela conceitua a mente a categoria de sistema. Querendo saber mais sobre o assunto, me escreva logo abaixo do artigo que eu posso enviar o material e convidar para cursos e palestras totalmente grátis.