sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Curtas palavras


A força do pensamento que cria vida física na palavra, que em certos momentos, apenas um pensamento pode mudar toda a rota e o destino da vida.

Quantas palavras que só vão aos ventos, como se nela não existissem conteúdo e nem conhecimento. Não está ai o segredo da força do pensamento? 

Dar vida física só os pensamentos úteis e com conteúdo? 
Como conseguir então se livrar da verborragia e se libertar das palavras aos ventos?
Pensar que na mesma forma que gostamos de ouvir coisas boas e úteis, 
na mesma correspondência o semelhante assim o quer.

Uma das coisas das mais importantes da vida é aquela que se vai viver, não se esqueça disso, viva o passado com recordação para direcionar o futuro, mas não fique no passado.
 
Música: Loreena McKennitt - Beneath a Phrygian Sky
Coloquei essa música, por que me surpreendi com uma das frases que tem na música, que foi o que coloquei no pequeno poema que fiz no primeiro artigo desse blog - Eu mirei minhas metas para o céu entre as estrelas. 

São os pensamentos que vão transformando em palavras, 
não necessariamente precisam ser a mesma palavra, mas sim o entendimento e o sentir.


 


Beneath A Phrygian Sky (Tradução)

A luz da lua estava dançando
Nas ondas, lá no mar
As estrelas do firmamento suspiraram
Em uma galáxia que brilhava vagamente
Uma voz através das eras
Na caça dessa canção
Essas pedras antigas irão nos contar
Nosso amor deve nos fazer fortes
A brisa me abraçou
Enquanto eu permanecia na praia
E eu ouvi essa voz
Como eu nunca tinha ouvido antes
Nossas batalhas, elas irão nos encontrar
As escolhas não serão nossas
Mas mantenha seu estandarte orgulhosamente
A verdade nos libertará
Minha mente foi chamada através dos anos
De ira e de discussões
De toda a miséria humana
E todo o desperdício de vida
Nós nos perguntamos onde nosso Deus estava
Ao se deparar com tanta dor
Eu olhei para as estrelas acima
Para procurar você novamente
Nós viajamos vastos oceanos
Ouvimos muitos chamar o seu nome
Com espara e arma e ódio
Tudo parecia muito do mesmo
Alguns usaram seu nome pela glória
Alguns usaram para ganho próprio
Mesmo quando a liberdade jazia desejando
Nenhuma vida foi perdida em vão
Não é nosso lugar para imaginar
Porque o céu cai em lágrimas
E todas as criaturas vivas
Olham com um medo mortal
É para nós segurar o estandarte
É nosso para segurá-lo por um tempo
É para nós carregá-lo adiante
Nosso amor deve nos fazer fortes
E enquanto o quente vento carregava
Essa canção pela noite
Eu fechei meus olhos esperei
Até a luz da manhã
E enquanto a última estrela brilhava vagamente
E o sol do novo dia dava a luz
Foi nesse momento mágico
Que veio essa prece pela Mãe Terra
A luz da lua estava dançando
Nas ondas, lá no mar
As estrelas do firmamento suspiraram
Em uma galáxia que brilhava vagamente
Uma voz através das eras
Na caça dessa canção
Essas pedras antigas irão nos contar
Nosso amor deve nos fazer fortes































































segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Quem é bom já nasce feito

 

 

Existe um dito popular, mais ou menos assim:

“ Genio y figura basta la sepultura”,
numa livre tradução: “Quem é bom já nasce feito”.

 

Depois de muita estrada percorrida nesse pêndulo evolutivo, retorno ao passado com minhas recordações muito vivas de algumas imagens de minha infância, onde morava numa fazenda. Menino inquieto que se sente herói ao evoluir do seu estado físico, aprendendo a dar os primeiros passos sozinho pela primeira vez, sem a ajuda de nenhum parente.

Rua de Terra

Após algumas estações do ano; mais para um outono; a arte de correr com os pequenos pés afundando na areia branca e funda na estrada, com suas fileiras de bambuzal. A arte do travesso que não podia faltar; invadia a casa da fazenda do vizinho, e ali entrava como se fosse da família, ao ouvir alguém dizer: Aquele menino é o neto do nosso vizinho.

Da varanda observava várias bananeiras ao redor, com um tronco no centro do quintal, que era usado para moer os cafés, ao fundo um engenho, rudimentar de produção de rapadura, a sua volta vários fumos empalhados para o preparo do tabaco.

5355 

Ao entrar na sala, a imagem que fixou em minha mente, onde me trouxe todas essas maravilhosas recordações muito vivas, como uma tela de filme.  Ao fundo da parede, um relógio de pêndulo enorme e barulhento com seu tic-tac, esquerda e direita - ou  é o inverso? Bem tudo depende do observador não é mesmo?

 

raridade5

Relógio registrador do tempo, de segundos, de minutos e de horas com seu sinal de alerta, como avisando ao seu tono; a vida cobra movimento, utilidade e conhecimento; não fique parada no tempo.

E assim aquele menino ali ficou parado e encantado com aquela máquina maravilhosa registradora do tempo. Ah badalo de campainhas e sinetas, que fez sonoramente, ondas e vibrações em meu mundo interno, que trouxe aqui novamente a esse tempo de criança, esse tempo que agora conheço que é o mais importante na vida é o tempo que não é físico, é aquele tempo, que é conquistado com o conhecimento que vamos adquirindo em cada badalo da vida.

 

Tempo5[4]

Esse dito popular de que “Pau que nasce torto morre torto”, realmente isso é concebido para todos aqueles que não têm mobilidade, conteúdo e conhecimento; já não é uma prerrogativa da figura humana que tem um espírito. 

Jamais deixe de acreditar no espírito humano e no seu processo de evolução consciente, mais conhecimento sobre isso, você encontra no melhor livro do mundo - Introdução ao Conhecimento Logosófico - de Carlos Bernardo González Pecotche - onde poderá cambiar de conceito, começando com esses ditos popular inúteis, que não agrega nada ao espírito humano.

 

Aurora Boreal

sábado, 1 de outubro de 2011

O poder da informação

 

 

No passado,
em épocas das monarquias;
existia o quarto poder,

Dom Pedro

Foto: Dom Pedro II recebe a carta de exílio, mensagem do governo provisório que informava a deposição e o banimento do monarca

No passado, em épocas das monarquias; existia o quarto poder, mais conhecido como poder Moderador, que era concebido ao Rei - embora não pudesse legislar sozinho, sem a atuação dos outros três poderes - quando o Rei não estava satisfeito com a politica, o Poder Moderador tinha a força de tirar cada um dos lideres de cada poder.

Hoje se percebe que o quarto poder é a imprensa - mas isso é só para aqueles que não tem conhecimento, não pensam e principalmente crêem as cegas sem reflexão alguma, nos blá blá das informações manipuladas pelos interesses políticos. Será que deve ser por isso que “não me gusta la crença?” – Há isso é segredo sendo-o, guardo comigo.

Eu prefiro pensar que o maior poder, vamos dizer um poder Moderador moderno, é o conhecimento. Porque conhecendo aqui e ali as arestas, as escórias que não agregam utilidade a vida; se vai superando um obstáculo aqui e outro ai e direcionando a vida com acerto e sabedoria - fazendo assim a vida mais fácil para si e para o semelhante – esse é o poder da informação.

 

Música

Alexandre Desplat 
– Ótima trilha sonora do Filme: The Ides Of March

Esse filme mostra como a informação e manipulação, se consegue colocar um homem na presidência, em alguns países é justamente por falta de informação que muitos viram presidentes nas escórias de um povo que não pensa e que ainda acredita que vive numa democracia.

 

 

Quando eu gosto de um filme aqui e ali, vou deixando aqui no blog, esse gostei mais da trilha sonora “risos” , no futuro resolva ver esse filme com mais atenção, no momento apenas meus mais sincero sentimentos para a loirinha estagiária do filme, e pela confiança do ator principal.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

A vida consciente abarca algo mais além

 

Do que simplesmente ser feliz

Como conquistar a:

  • Valentia
  • Decisão
  • Paciência
  • Disciplina
  • Tolerância
  • Discrição
  • E a bondade

 

Convite

Reunião informativa, a última do ano, para todos amigos e leitores do blog e para a quem se interessar,  em conhecer algo mais além das coisas comuns da vida.

Dia 28 de Novembro de 2011 – as 20:00 horas

Rua General Chagas Santos, 590 – Saúde – São Paulo – SP

 

Há alguns anos atrás, me encontrava num ambiente muito especial, onde cada um falava, e cada um ouvia todos em total sintonia. Quando um começava a dar vida os pensamentos em palavra falada, todos ao redor; na prática do método que existia naquele ambiente, usava a prática da faculdade de ouvir. Eu como era novo naquele ambiente; ouvia também meus pensamentos gritando, me incomodando.

Mas o ambiente sereno e tranquilo, também acalmava aquele meu estado de ânimo de psicológico que na época me encontrava.

Foi então que ouvi alguém dizer: "A vida não consiste como objetivo em ser feliz". E nisso fui embora sem concordar com aquelas palavras, e fiquei meditando por muitos dias, muitas noites e até anos de processo de aprendizado sobre a vida, sobre meus pensamentos, sobre os conhecimentos relacionando a tudo que me cercava. Foi também que compreendi o nome da palavra Intercâmbio, onde cada um falava; cada um ouvia; sem necessariamente concordar ou discordar com o outro - com isso fui aos poucos abandonando a palavra discussão da minha mente.

Quando o conhecimento me apresentou meu espírito, na manifestação constante daquele ambiente que me encontrava, compreendi e comprovei na minha vida, que ela representava algo muito mais que apenas ser feliz, ser contente e ser alegre. A vida consciente abarcava algo muito maior as possibilidades humanas. E assim disse a voz do Mastro de sabedoria, como uma advertência, para lutar contra a inércia mental, lutar contra as indiferenças, afinal ser feliz por ser feliz um quatro-patas o faz sem ter esse mecanismo poderoso que é a mente humana, que é a nossa consciência e nosso espírito. Foi assim que compreendi o porquê a vida não consiste apenas em ser feliz e por que existe algo mais além dessas coisas comuns que me cerca a vida.

Foi quando percebi o egoísmo em meu querer, o querer apenas a vida para ser feliz, e na compreensão e realização dessa felicidade foi me apresentado algo na vida que está mais além das coisas comuns que vivia e comprovava na vida.

Hoje eu tive um sonho, foi o sonho mais consciente que jamais tinha me acontecido, por que quando estava sonhando, estava também acordado, agora eu que surpreendi meu espírito e não o contrário como antes costumava acontecer nas minhas horas de sono, de descanso ao travesseiro. Mas esse paragrafo é outro assunto, outro conhecimento. Quer compreender mais, vá ler -

 

O melhor livro do mundo

 “Introdução ao Conhecimento Logosófico”
de Carlos Bernardo González Pecotche.

 

ICL

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O melhor livro do mundo

 

É aquele com conhecimento e que
seu principal conteúdo seja de ensinamentos transcendentes.

20110826650

Não deixem de aproveitar, nem por um instante todas as oportunidades que a vida lhe apresenta, ainda digo mais; jamais se perde uma oportunidade de um amigo querido, e também até os que não são tão amigos, esses muitas vezes precisamos está bem próximo, para levar a ele um novo conceito, uma nova realidade.

O conhecimento com afeto e uma conciliação para limpar essas escórias de indiferenças que existem nas relações humanas. Hoje mais do que nunca, a humanidade necessita de conhecimento e afeto para dar novas esperanças as futuras gerações.

Não podemos de nenhuma forma ser indiferente a essa tão nobre tarefa a que todos devemos participar. Amanhã será um dia, como jamais será sentido em meu mundo interno, e digo isso, pleno de convicções pois já estou sentido por antecipação essas manifestações em meu espírito.

Com ele convido a todos para participar dessa tão nobre e maravilhosa festa, mais informações aos desavisados encontra-se no artigo publicado, com o título ao qual pleno de convicções que esse é o melhor livro do mundo.

Em cada leitura que se repete para buscar fixar as compreensões, nos possibilita penetrar e conhecer essas páginas invisíveis que se encontram em cada palavra, em cada pensamento desse mestre de sabedoria, González Pecotche

  01512_50313p3

"A humanidade hoje mais do que nunca necessita de homens consciente, de pessoas que pensem e saibam pensar bem. Pois sendo assim esses ensinarão os outros a fazer o mesmo". - página 456

 

 

Fui entender muito anos depois o conteúdo de muitas mensagens deixadas em seus diversos livros, já li e leio todos a alguns anos. Esse aqui é o melhor livro do mundo.

Ao descobrir nas leituras e com a ajuda de muitos outros que, como eu, realizam tamanha empreitada dessa virtude de compreender, praticar e realizar o conhecimento de si mesmo ou processo de evolução consciente.

Existe um conhecimento, e esse conhecimento não cabe nas páginas de um único livro, mesmo que fosse deixado em síntese, não levaria a prática e nem ao entendimento, com isso, foram distribuído em diversas formas literárias, em romance, diálogos, cursos, contos e em conferências, ao exemplo é esse livro com 72 conferências pronunciadas nas sedes da Fundação Logosófica em Prol da Superação Humana.

Uma forma, com uma técnica e métodos próprios, para auxiliar as faculdades da inteligência que andam meio enroscadas por tantas imposturas humanas, por diversas deficiências e propensões; essas últimas referências, tem um livro que só fala como age e como atuam esses agentes invisíveis que entorpecem o livre pensar e sentir humano.

Os conceitos da vida humana e sobre muitas interrogantes não respondidas que inquieta nosso espírito. Esse conhecimento que foi deixado em diversas formas literárias, repito em diversos outros livros, escrito em contos, diálogos, romance, axiomas, conferências e muitas outras formas de praticar e levar esse ensinamentos a todos, os que buscam a se tornar melhor a cada dia e colaborar para um futuro melhor para si e para a humanidade.

Nesse mês de agosto de 2011, está sendo lançado no Brasil uma nova edição com a nova ortográfica em comemoração aos 60 anos de lançamento da primeira edição.

Rio de Janeiro dia 26/08/2011 na sexta-feira na Livraria da Travessa - Shopping Leblon ENDEREÇO: Av. Afrânio de Melo Franco, 290, Loja 205 - A - Leblon - Rio de Janeiro –RJ. Em São Paulo no dia 27/08/2011 – Sábado pela manhã as 10:00 horas com diversos docentes de Logosofia e com uma Palestra as 11:00 horas, com o tema:

PALESTRA - Logosofia - De frente para o futuro

Cidade: São Paulo/SP
Data e Hora: Amanhã, (dia 27 de agosto) às 11h
Loja: Conjunto Nacional - Av. Paulista, 2073 - Bela Vista
Palestrantes: Paulo Maurício de Moraes, Cely Ades e Márcio Borges Caldeira
Local: Teatro Eva Herz
Capacidade: 166 lugares

Introdução ao Conhecimento Logosófico 
Nova edição do livro será lançada em São Paulo, no dia 27 de Agosto de 2011.

291535_236517319720733_100000873993734_615334_178198_o

Em comemoração aos 81 anos de existência da Logosofia no mundo e em comemoração aos 110 anos de nascimento desse grande precursor humanista, educador, escritor e pensador, evento terá a participação de diversos docente de logosofia.

"Trata-se de uma profunda fonte de estímulos para a investigação individual, ao mesmo tempo em que um utilíssimo livro de consulta a respeito de pontos capitais da concepção logosófica", comenta o reitor da Fundação Logosófica no Rio de Janeiro (Botafogo), Jarbas Mattos.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

O inteligente, o ilustrado e o capacho

 

 

Dicionário Houaiss: capacho

3    Derivação: por metáfora. Uso: informal. pessoa servil e bajuladora; puxa-saco
4    Derivação: sentido figurado. Regionalismo: Brasil. Uso: informal, linguagem de delinquentes indivíduo encarregado da faxina da prisão

Todos os outros itens por definição todo mundo sabe que é aquele tapete que todos limpamos as sujeiras que pegamos por todos os lugares por onde passamos, e tudo o que não presta, apresento à vocês o capacho.

 

12870019741

A inteligência é uma substância, que não precisa de nenhum intermediário, ela já basta a si mesmo. Agora eu pergunto a todos meus leitores e amigos do mundo real e virtual.

borboleta_e_deus 

 

Responda-me, Deus é um ser inteligente? Eu não tenho a menor dúvida e convicções que é; já comprovei seu manifesto na criação, na gratidão em espírito e em consciência.

 

Agora por que Deus precisa de intermediários? Se eu, você e os outros somos seres que temos essa substância que chamo de inteligência.

 

 

Penso que é muito certo que; algo está faltando na vida humana, outro conhecimento, para poder esse conhecimento chegar a sua consciência e ascender o espírito de forma que; ele seja o único intermediário entre você e quem te criou.

O Diálogo entre o inteligente e o ilustrado de conhecimento.

 

capacho_a_mulher_dos_sonhos_1

Certa vez tinha uma pessoa de muitos conhecimentos; tentando persuadir e oferecer uma proposta irrecusável; digamos assim muito apreciável financeiramente, e até usou as palavras mais brutas da figura humana, para tentar impor e subornar aquele ser inteligente.

 

  Os olhos desse ser de inteligência brilhavam e a sua volta via as imagens meio amareladas de luz, como queira digamos iluminado; enquanto ouvia aquele homem ilustrado de conhecimento; via também tudo ao seu redor, via as outras pessoas passando, via os carros do outro lado da rua, e fazia tudo isso, enquanto fixava seu olhar direto firme aos olhos e ouvidos daquele outro homem ilustrado, ao qual queria a todo custo ficar mais rico; utilizando a acessória dessa mente, desse homem, que estou chamando de ser inteligente.

limitless

Esse homem, esse ser inteligente enquanto estava ouvindo; sorria com graça na frente daquele destemido e confiante homem ilustrado de conhecimento; que queria fazer uma proposta indecente para aquele outro homem de inteligência.

E assim ele respondeu com mais sorriso nos lábios, levou a esse homem um pequeno acontecimento do futuro, que ia acontecer ali aonde os dois se encontravam.

Já não nos perguntamos muitas vezes em diálogo com nossa consciência sobre algumas coisas que podemos observar que irão acontecer? Nunca tiveram essa sensação acontecendo? Por exemplo: Um pensamento de um aqui e outro que se observa ali, e a providência já não está avista? Quando o resultado previsto acontece está ai as evidências.

Comprovado o acontecido alguns segundos depois, o ser inteligente respondeu ao homem ilustrado de conhecimento:

 

INTELIGENCE Por onde eu ando, eu observo todas as coisas, vejo tudo, vejo você, vejo aquele homem do outro lado da rua; vejo os carros passando, ou seja, vejo tudo a nossa volta.

 

O homem inteligente respondeu para o homem de conhecimento: Eu não posso trabalhar para você, mas veja isso como algo bom, por que no futuro você iria se tornar meu capacho.

limitless-trailer

Muitas vezes na vida, podemos comprovar pessoas que se dizem de conhecimento, com vários diplomas na parede querendo impor sua vontade e sua verdade a outros; hoje mais do que nunca compreendo a cada dia, a grande importância, de aprender a bastar a si mesmo, de aprender a limpar a mente dessas escórias de pensamentos corruptos, de pensamentos de indiferença, de pensamento do mau, dessas escórias e fofocas que existe; pelas paredes do mundo, pelas paredes no ambiente de trabalho, no ambiente familiar e em todos os ambientes existente por onde passa, por onde fica.

Não devemos esquecer jamais que:

Assim como muitos vieram, muitos foram, e amanhã somos nós, e o ciclo continua, o permanente é algo; mas longínquo da vida humana, não pertence aos indivíduos que vivem apenas em suas circunstâncias, que querem sempre ter um capacho para controlar para deixa-ló mais feliz, para deixar a sua vida mais fácil.

O conceito que eu usei no artigo sobre inteligência como uma substância é no sentido figurado, se você quiser saber mais sobre o que é de fato a inteligência e como ela atua na sua vida. Tem as indicações nos livros logosóficos, que você pode adquirir na livraria cultura, ou no site: www.editoralogosofica.com.br

Veja a informação que está no prólogo da página 10 do Livro: Introdução ao Conhecimento Logosófico §1º.

01512_50313p3“Ao homem – ninguém o ignora - tem-se fa­lado em inúmeras vezes e em múltiplas circunstancias e em diversas épo­cas, sobre a necessidade de aperfeiçoar suas qualidades e con­dições psicológicas; porem ninguém ignora tampouco que tal proporção não foi além de seu enunciado, ao fracassarem desde suas bases, todos os sistemas que foram idealizados a respeito; referimo-nos tanto aos filosóficos como aos de tipo moraliza­dor. E por que fracassaram? Simplesmente, porque nenhum encarou o assunto desde sua causa-raiz; partiram, em vez disso, de extremos opostos a seu verdadeiro âmago, que é o aper­feiçoamento integral do homem, o qual deve começar, progre­dir e culminar em sua própria mente, onde a inteligência cum­pre a mais formidável das incumbências, quando se ilustra em conhecimentos de alta transcendência, que lhe facultam alcan­çar essa finalidade, levando o homem ao mais alto nível hie­rárquico de sua espécie e à mais grandiosa de todas as con­quistas humanas: a plenitude da consciência.”


No site www.logosofia.org.br  você pode se inscrever para participar de diversas atividades culturais totalmente grátis, é só entrar no site e procurar os cursos, reuniões informativas, eventos e palestras e se cadastrar. Tem também do lado direito do site, o Cadastre-se para ficar sempre informado das atividades culturais.

Mais informações, deixe suas perguntas aqui no site, que eu responderei o mais breve possível.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

A diferença entre os homens

 

 

o que um tem na ignorância
o outro tem em conhecimento.

 

Em 1987 eu deixei um pacote todo emperiquitado com laço e tudo era o livro; A Cor Púrpura (The Color Purple) - Alice Walker- Na mesa de uma amiga.

Escrevi algo falando sobre um pensamento que a caracterizava em sua psicologia na contracapa do livro. Não me identifiquei ao presentear esse livro, a pessoa saiu andando pela empresa inteira perguntando, quem foi, quem foi? Quem foi o artista que deixou um livro em minha mesa no dia de meu aniversário? Como na época existiam apenas uns 21 funcionários; e também era minha idade (em 2011 uns 350 funcionários) não foi difícil me encontrar para descobrir a arte feita na empreitada em deixar alguém mais feliz em seu dia de aniversário. Aonde se encontra você Vânia Casagrande?

acorpc3barpura

 

Esse livro está na lista dos 100 melhores livros do mundo! Será que é porque as primeiras palavras do livro começam; com o diálogo da menina com o seu Deus? “Meu querido Deus...” Ou por se tratar de questões de discriminação racial e sexual? O racismo no sul dos Estados Unidos, o machismo, o patriarcalismo, a amizade, o amor e o desamor, as carências educacionais para as mulheres, entre outros temas?

Não posso dizer que esse livro possa chegar a ser considerado os 100 melhores da lista; mas que as adversidades daquela pessoinha de 14 anos, na sua simplicidade, ingenuidade e se sentindo o total complexo de inferioridade pela discriminação da miséria e dos negros da época.

 

 

Comprovadas experiências duras com homens bancos que fugiam do sol a todo custo. A discriminação até pelos seus ente queridos negros! No meio dessa adversidade toda, a simplicidade e a felicidade dessa moça em dialogar com o seu querido Deus em pensamentos nos relatos da escritora Alice Walker, em muitos momentos eram até um bom humor cômico de uma dura realidade que se misturava em muitas gargalhadas.

 

Existe ai um manifesto do próprio espírito para suavizar a dor da alma humana? Como uma proteção em defesa à inocência como um fator de bem, preciso voltar a ler os relatos que estão na página 59 do livro Coletânea da Revista Logosófica – Tomo -2

Experiências motivadoras da descoberta de um novo mundo, aprendendo a revelar o mistério que se encontra as escondidas em seu próprio corpo físico. Descoberta reveladora e transcendente ainda mais será descobrir os mistérios que se encontra em seu próprio corpo não físico, manifestado em pensamentos e no sentir.

Os mistérios me fazem recordar de experiências de homens de conhecimentos; quando se deparam numa outra realidade que todo o conhecimento comum do mundo que aprendeu, não lhe serve para muita utilidade a não ser para o que foi aprendido para se capacitar em seu próprio ambiente profissional – aqui está uma das causas relatada na página 09 do livro: “O Espírito – González Pecotche”.

OE

“O homem deve ser consciente das mudanças favoráveis experimentadas dia após dia por seu próprio conteúdo moral, psicológico e espiritual, bem como do aumento de sua capacidade consciente para compreender que pode ampliar indefinidamente sua vida.”

A diferença entre os homens, não se devem direcionar a vista ao físico, e sim o que um tem na ignorância o outro tem em conhecimento. Enquanto o primeiro fala o segundo ouve pacientemente, é nessas horas que os ouvidos não podem ser físicos; por que se não! Queimam lhes as orelhas.

Quantas vezes todos os homens aonde eu me encontro nos comportamos como ignorante e outrora com conhecimento? Não dar para misturar e fazer uma média não?

A-heranca-do-pensamento

 

Tem que ter tantas deficiências assim em Maestro?

domingo, 1 de maio de 2011

Jardim e as dualidades

 

Meu mais belo jardim, não precisa ter monumentos ou esculturas, apenas flores e seus derivados, e diversos bancos para todos sentarem e apreciarem os oxigênios em conhecimentos que rega a mente auxiliada com as reflexões e os verdadeiros conceitos e valores da vida; assim como o oxigênio que vai aos pulmões e renova constantemente as suas células físicas.

 

Imagem016

 

A dualidade é uma das maiores convicções que tenho nessa existência, quando falo em dualidade estou referindo-me a explicar a existência do próprio espírito, já que essa névoa mental que temos, com esses pensamentos burlões de tantas imposturas que vivemos e convivemos nesse mundo as tontas; com seus corre para lá, corre de volta para cá, e assim vivem os homens, correndo para todo lado, e muitas vezes correm tanto, para chegar a algum lugar a lugar nenhum, e depois sai na disparada novamente, justamente do lugar que tanto correu para chegar.

Com isso vai a vida passando e nada de pensamento nobre e útil para a si e para seus semelhantes…

 

Fotos & Imagens (390)

Por que não frear o pensamento burlão?
Para refletir,
para tomar um café,
que seja a caminho do trabalho,
que seja a caminho da escola,
que seja a qualquer caminho,

Um outro caminho vai seguindo nossas vidas no silêncio,
esse caminho não para,
é constante, é implacável
é imutável, esse caminho que chamo de tempo…

Recorde sua vida,
sua infância,
sua adolescência,
sua juventude… ainda é jovem?

Chegou a hora de frear os pensamentos burlões e viver como tem que viver, não mais correndo.
Para todos os lugares…
Para lugar nenhum…


Fotos & Imagens (1127)

Pare e tome um café..
Com um conhecido,
Com um amigo,
Com amigo nenhum,
O que importa é quando chega o momento das reflexões…
O momento de viver a vida como tem que vive-lá.

Essas são muitas das dualidades que corre no invisível dos seres humanos, homem e mulher; bem e mau, luz e escuridão, macho e fêmea; mente e corpo, mundo físico e mundo não físico, corpo físico e espírito.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Por que tudo se repete?

 

 

Você já se perguntou alguma vez:

Por que na natureza tudo se repete?
Qual o propósito dessa repetição?


Se tudo se repete precisamos aproveitar para aperfeiçoar em tudo que realizamos e com isso conquistar as mudanças por própria determinação.

Sobre o filme, O afeto do cachorro pelo seu dono, sempre irá repetir e nunca irá ter mudança, por que o conhecimento não está atuando, e muito menos a consciência... apenas o instinto e o afeto...

Tenha afeto, mas não seja como um cachorro, mesmo que ele tenha boas intensões – Filme: Sempre ao seu lado.

 

”Tal como as montanhas, o homem guarda dentro de si riquezas ignoradas, que haverá de descobrir e utilizar, se quiser atingir os elevados fins destinados à sua existência. Sabendo que dentro dele existe esse potencial estático, deverá preparar-se para a tarefa de imprimir-lhe mobilidade, cultivando com consciência as qualidades de seu espírito” p.26 Livro Logosofia Ciência e Método.

terça-feira, 1 de março de 2011

A mais bela das orações

 

“a conduta honrosa,
forjada através de todos os dias da vida”.

 

  Flores

As diversas estações do ano são importantes para renovar nosso estado físico e mais ainda o não físico, a sensibilidade se atrai com a primavera; já a consciência e a razão com os conhecimentos; prefere quatros estações. Para minhas deficiências; deixo o inverno para que elas fiquem frias e não me esquente a cabeça.

Penso que a cidade onde moro se incomoda muito pelas chuvas de verão e outono que nesses entulhos herdados nas estações anteriores; impede que a natureza faça seu papel, sem afogar, as mágoas e muitos menos as águas que invadem suas moradas.

Minha sensibilidade se identifica com a primavera; porque em pensamentos eu converso com as flores; sei quem é o seu criador; onde há muitos anos deixei de crer para pensar nele todos os dias, e nesse diálogo realizado, vem alguns pensamentos para reflexões como me dizendo:

Rosa branca

 

Reminiscência que me trouxe uma rosa branca,

que fica as escondidas nesse mundo interno.

 

Qual é o idioma para despertar essa rosa branca?

 

Fora essas imagens que deixei no físico, as imagens que levo no mundo mental, são todas transcendentes e tem vida eterna. De modo que; assim só o espírito pode penetrar nessa sabedoria.

Faça como as flores dos campos que se renovam todos os dias, mesmo que você só possa observar com eloquência nos dias de primavera.

Nas páginas 19 e 20 §2º. Livro de outro: Bases para sua Conduta – González Pecotche.

bsc

 

Esses conhecimentos o ajudarão a forjar uma conduta meritória, uma conduta que será ao mesmo tempo uma oração; a única que Deus admite: a conduta honrosa, forjada através de todos os dias da vida. Eis aí a mais bela das orações, a Bases para sua Conduta mais eficaz das preces; eis aí a verdadeira súplica: a que expressa uma verdade consubstanciada com a própria vida.”

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

O Bom dia é para si mesmo

 

 

Para agradar e brindar o próprio estado em espírito
Para dar vida um pensando e transforma-lo
em energia para o semelhante.

 

bom-dia

 

Esse pensamento que se encontra no mundo metafísico, assim como a muitos outros, revela em imagens no sentir o quão importante são as pequenas coisas, os pequenos detalhes.

A recordação de um bom dia - Quando?
Penso que há muito tempo.

Em épocas passadas existia um menino.
Um menino cheio de energias,

Menino falante;
Com espírito presente, a procura de conhecimento, para alimentar sua existência e trazer as respostas da reminiscência, das imagens, das lembranças de épocas passadas. Que conservam numa memoria que não é física, que o espírito guarda para levar a outras existências.

Esse menino de cabelos despenteados;
De olhos grandes e castanhos;
Menino travesso e muito falante.

menino

 

Anos depois descobriu que essa arte de falar muito; era uma deficiência psicológica, trazidas de outras vidas, com o nome de Verborragia.

Vamos ouvir agora em pensamentos o menino falante; que trás aqui ao presente as recordações de épocas passadas;

que esse tempo não perdoa,
que esse tempo é imutável,

que foi e é testemunhas desde o inicio dos tempos,
desde quando o mundo físico não era físico.

O pequeno baixinho olha para cima e ver uma bonita senhora
de cabelos compridos com fios de ouro,

A senhora do menino devia ter uns 18 a 22 anos.

O menino disse: Bom dia Tia
A tia fixou o olhar carrancudo.
E o menino de novo: Bom dia Tia.

A jovem e menina Tia; não se conteve e disse:
Bom dia moleque,
e com sorriso no rosto partiu em marcha com seu salto alto e elegante.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Passado, presente e futuro

 

 

Memórias da cidade de São Paulo…

Por que essa cidade leva esse nome?

Slide52

Slide44  Slide23 Slide35 Slide39 Slide40 

Memórias da cidade de Piratininga do dia 25 de janeiro de 1554

Memórias de um mundo melhor…

Memórias do passado, presente e futuro…

Memórias que não existe nas vítimas de Alzheimer.

Memórias é o que dizem, que não tem o povo brasileiro…

Memórias é o que não tem muitos povos não só os brasileiros..

Memórias, música da roqueira simpática Pity.

Slide43Memórias é o que me falta toda vez que me pergunto:

Quem sou eu? 

Para onde eu vou?

De onde eu vim?

Quantas perguntas sem respostas.

Memórias é o que recordo sempre, de minha primeira inquietude espiritual. A primeira pergunta útil que fiz a minha mãe.

Mãe de onde eu vim? – Tinha que está passando acima da cabeça e de muitas outras… um avião.

A mãe responde naquele exato momento: Deixe de perguntar coisas difíceis menino; a mãe não se contenta em deixar o filho abandonado sem respostas; o vento sopra muito forte e o balançar das folhas do coqueiro, fazendo barulho; o olhar para o céu azul… vê o avião passar.

Slide4

A pergunta pronta e feita para o menino inquieto. “Tu veio daquele avião Antonival.”

Agora vou coçar a cabeça, como fiz na minha primeira pergunta útil que foi embora naquele avião…Enquanto vejo o menino correr descalço afundando os pés naquela areia branca…

Memórias que recordo de minha infância querida, que os anos não trazem mais… Trazem sim Cassimiro de Abreu, que conversa é essa? Vamos penetrar e conhecer o mundo metafísico o mundo invisível aonde vivem e habitam os pensamentos, para trazer e reviver essas imagens perdidas de nossa infância querida.

Memórias, quando precisamos dela, ela não ajuda, por isso é necessário encontrar dentro da mente uma espécie de seletor de elemento, que não precisa da memória, pois na hora que precisar dela ela falha, foi isso o que disse meu mestre de sabedoria, González Pecotche, quando estava falando sobre a concentração mental em seu livro Biognoses…

Existe um pensamento que muitos falam, e por não ser dono desse pensamento, não existe nenhum elemento do que se está falando.

Por exemplo esse dito popular: “Quem vive de passado é museu”. O que seria nossas vidas se não fosse nosso passado? Pergunte isso a uma pessoa com mal de Alzheimer.

O que somos hoje, o somos justamente pelos diversos seres que fomos no passado. Se continuarmos a não ser nada hoje, seremos o mesmo nada de amanhã e o que vamos realizando hoje, será construído no amanhã uma imagem de um novo ser, justamente o que realizando hoje, no presente, será no futuro nosso passado que dependerá do que fomos ontem.

O que quero dizer é; precisamos viver, no passado, no presente e no futuro, para que dessa forma, passado, presente e futuro possam nos dar, elementos conhecimentos, para preparar as gerações futuras um mundo melhor.

Que pensamento mais nobre é, fazer com que se anele deixar mais felizes as gerações futuras?

O que você faria se voltasse ao passado e pudesse reconstruir essa cidade?

Ruas mais largas, mais controle de saneamentos básicos? Deixar o rio Pinheiros com patos e gansos, ao invés de pneus e lixos?

O que acontece é que, temos que fazer algo parecido com essa cidade, começar a limpar esses lixos e tralhas que se encontram dentro de cada mente humana, aonde eu me incluo, afinal eu faço parte dessa humanidade.

Limpar esses pensamentos malignos que alimentam apenas a personalidade a persona a mascara e dar elementos de conhecimentos, afeto e referências para as gerações futuras.

Slide46 Slide45

Passou um pensamento aqui, vamos ver; atualmente está ocorrendo tantos assaltos e furtos como jamais visto nessa cidade, tem se a impressão que a cada dia aumenta a indiferença do poder de policia na mesma proporção que aumenta o pensamentos do mau.

As nossas autoridades precisam de conhecimento e dar solução e caminhar cada vez mais em direção, a combater essas indiferenças que existe nesse governo e acabar com essas, pragas, parasitas e ratos que se encontram nos esgotos dessa cidade.

Como cobrar algo de nossos governantes; se somos nós que colocamos no poder? Penso que é falta de conhecimento de um povo. Como diz o dito popular.. “cada povo tem o governante que merece”. Isso é bom, para quem pretende ser líder? Para não atrapalhar seus projetos egoístas? Não chamo isso de democracia, aonde o povo não pensa.

Slide52 Slide53

Precisamos começar de pequeno e pensar em ser grande, pensar mais além dessas coisas pequenas da vida, essas indiferenças que existem entre tantos semelhantes pelo mundo.

De modo que; a causa e solução de tudo isso, começar dentro de cada um, a começar primeiro não anelando os pensamentos inúteis, que não agrega nada ao futuro se si mesmo e do semelhante.

Muitos já falaram isso e não trouxeram nenhum método e solução de como fazer. Como diz aquele programa de TV, acredite se quiser, mas eu encontrei um método, uma solução.

Para que isso se realize, não basta só uma andorinha cantando no galho, é preciso que cada um, comece a se perguntar: Aonde existe esse método e essa solução para mudar o mundo?

Começando primeiro a mudar o mundo que existe dentro de cada um.

Se você quiser mais fotos antigas da cidade de São Paulo, Álbum de mais fotos