Antonival Zirr

sábado, 1 de dezembro de 2012

Um alto expoente de beleza




De todos os quadros que ali observava; 
esse foi o que mais me chamou a atenção.
Um jovem que se encontrava próximo – onde lhe perguntei:  

Foi você que pintou esse quadro? Ele disse: sim. 
Lhe respondi com entusiasmo parabéns

O sorriso do artista brilhava; 
seus olhos mostravam algo mais além do que os olhos físicos podiam observar, era uma gratidão eterna que sempre ira servir de estímulos para suas futuras artes; hoje e em outras existências; pois estava explicito o mandato de uma herança que esse sabia que tinha e estava em seu sangue imaterial.

Quando se faz por amor, e aliado com esse amor o conhecimento o espírito revela os fragmentos de eternidade em sua nova existência.

Bilha o enter físico humano, com sua sensíbilidade…


Foto tirada na amostra de quadros na praça do Embu-SP. 01-12-2012

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O Trabalho Inútil





O grande problema de Sísifo, não era seu esforço ao empurrar a pedra acima da montanha pela eternidade (castigo de Zeus),


“A luta é uma Lei da vida”
Pecotche.






O grande problema de Sísifo era o seu trabalho inútil. 
Quantas vezes na vida nos deparamos com essa realidade de trabalho inútil?

Sísifo tornou-se conhecido por executar um trabalho rotineiro e cansativo.
Tratava-se de um castigo para mostrar-lhe que os mortais não têm a liberdade dos deuses.

Os mortais têm a liberdade de escolha, devendo,
pois, concentrar-se nos afazeres da vida cotidiana,
vivendo-a em sua plenitude, tornando-se criativos na repetição e na monotonia.

sábado, 14 de julho de 2012

Logosofia em São Jose do Rio Pardo


Fundação Logosófica Em Prol da Superação Humana, realiza uma palestra em São Jose do Rio Pardo.


Logosofia em São Jose do Rio Pardo-SP 14 de Julho de 2012

No dia 14 de julho de 2012 num maravilhoso sábado de sol, estivemos em São Jose do Rio Pardo – almoçamos num restaurante com uma ótima comida caseira do interior, com muitas sobremessas, meu doce prefeiro foi o manjá.

Essa cidade tem muitos moradores simpáticos, como muitas cidades do interior de nosso Brasil, que sempre nos recebe com muita alegria, pudera ser assim nas cidades grandes.

Estou colocando uma tiragem do jornal; dividi em duas parte para poder faciliar a leitura.






Corrigindo os nomes acima: Antonival Zirr e Roney Veludo Araújo






BIBLIOTÉCA MUNICIPAL – SÃO JOSÉ DO RIO PARDO






quinta-feira, 1 de março de 2012

A vida cobra


 movimento inteligente e utilidade.







A árvore passa toda a sua vida no mesmo lugar 
e ainda realiza muitas coisas boas para a humanidade.

O incrível é que existem seres nessa humanidade 
que são menos que as árvores, 
não saem do lugar e não realizam nada de bom.  

Nem quero lembrar os que só fazem mal a si mesmo e aos semelhantes.
É povo a vida cobra movimento inteligente e utilidade.

Adoro árvore, acho que meu berço ficava ao lado de uma árvore de Umbu.
Muito pequeno toda as tardes brincava dentro de uma árvore de Umbu, 
na fazenda da minha vó… 

Isso mesmo dentro da árvore, 
pois ela tinha uma folhagem enorme que cobria todo o tronco.

19-11-2013

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Para mudar o que somos


Se precisamos mudar o que somos,
e descobrimos por si mesmo,
é sinal que por antecipação os outros viram antes.

Se tomamos a iniciativa dessa mudança,
estaremos atuando a favor da lei de adaptação
e quem assim se adapta não sofre
se estiver vivendo em direção ao que é real,
enquanto se afasta do fictício.

Para mudar o que somos, há a necessidade de saber se, o que somos nos incomoda, se a resposta for sim, então só falta força de vontade e um conhecimento a mais. Não esquecendo que o conhecimento só nos apresenta na vida, na medita que realizamos o esforço inteligente, sempre acumulando energias. Não esquecendo também que na medida que vai obtendo a posse do conhecimento, mas essa posse facilidade a posse de tudo mais, isso me recorda uma frase Logosófica: “A posse do conhecimento facilita a posse de tudo o mais”, não é a toa que a posse do conhecimento é uma das aspiração que mais deve aspirar o ser humano.





Eduardo Galeano, em seu livro Veias Aberta da América Latina, tinha que usar uma fonte tão pequena em seu livro em? Por isso foi o único livro dos mais de milhares que já li que não consegui terminar a leitura, não que não fosse boa, a letra é muito pequena e eu era míope na época.







Hugo Chaves deu de presente esse livro para Obama em 2009; se Chaves é um bom leitor? ou é igual ao Lula? 

Se é um apreciador do conhecimento e dar um livro desses para Obama, não está querendo que Obama faça o que os outros não fizeram em dois séculos?




Se é um apreciador do conhecimento e dar um livro desses para Obama, então Chaves é ditador de si mesmo.

Muitos que pouco foram reconhecido e observados em seu tempo, o será nas gerações futuras, e tem muitos que pretende aparecer, não serão recordados, pois não existe o pensamento do permanente atuando.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

A lanterna de Diógenes



O tempo é o espelho 

                     da eternidade

Diógenes, lanterna acesa, procurando um homem honesto,

tela de Jacob Jordaens - 1642



Diógenes de Sínope:
1- Busco um homem honesto. 
2- Elogiar a si mesmo desagrada a todos.
3- O amor é uma ocupação de quem não tem o que fazer.
4- O insulto ofende a quem o faz e não a quem o recebe.
5- A sabedoria serve para consolar os velhos, para enriquecer os pobres e para enfeitar os ricos.
6- A liberdade para falar é a coisa mais bela para um homem.
7- O tempo é o espelho da eternidade.
8- Sou uma criatura do mundo.

Desses pensamentos de Diógenes, o no. 1) eu já encontrei e pior ainda não sou eu. 
Para ser um homem honesto há que ter muito conhecimento.
Você pensa que a honestidade abarca só o coração é?
Se pensa assim: toda vez que for honesto com o outro, vai ser desonesto a si mesmo "risos".
O pensamento 3-sugere que Diógenes mentia para seu próprio coração. Se perguntasse para qualquer estudante de Logosofia, ele diria que Diógenes não sabia que sua mente funciona como  a imagem de um sistema, na parte do coração a atuação do sistema sensível, que eleva ao conhecimento superior aquém de qualquer especulação intelectual ou filosófica.                   
O pensamento 6 -
Prefiro trocar a liberdade de falar pela liberdade de pensar.
E por fim, eu fico com o pensamento:
7- O tempo é o espelho da eternidade.
                    Por amor se faz qualquer coisa, se faz muitas besteiras também.

                    Na reflexão de Diógenes,    deixo esse vídeo como indicação